Cantor sertanejo ainda revelou que um ano depois eles já eram sócios e se aproximaram muito na estrada

Fernando relembra que foi contratado por Sorocaba para ganhar R$3 mil

Uma das duplas pioneiras do sertanejo universitário no Brasil, Fernando e Sorocaba abriram as portas para um estilo que foi difundido por aqui e revelou nomes de sucesso como Luan Santana, Gusttavo Lima e Zé Neto e Cristiano. A dupla muito respeitada até hoje no cenário artístico, começou de um jeito muito inusitado e Fernando lembrou da primeira proposta feita por Sorocaba, quando o encontrou no Orkut e chamou para gravar algumas músicas.
Sobre a oferta de trabalho, Fernando contou: "Eu topei na hora, tocava em bar, ganhava R$ 50 por noite. O Sorocaba na época me ofereceu um salário para entrar na dupla. Ele falou: 'Você topa ganhar R$ 3 mil por mês?' E eu respondi: 'Ô loco meu filho, eu topo é agora. Onde que é, onde que eu chego, que horas eu saio?'". A parceria, é claro, deu mais do que certo e o cantor, que se reconciliou recentemente com Maiara, da dupla com Maraisa, ainda deu detalhes de como foi a aproximação entre os dois artistas, ambos com o nome de Fernando.

"Quando gravamos a primeira música, não éramos muito íntimos. Não tinha dado tempo de fazer amizade. O Sorocaba morava em um canto e eu morava em outro, a gente só se via na hora do show... A gente foi se conhecendo na estrada". Devido ao sucesso que a dupla sertaneja passou afazer, logo as coisas mudaram. "As coisas aconteceram muito rápido. Depois de um ano a gente já virou sócio", revelou Fernando.

Com uma trajetória que começou em 2007, a dupla conquistou grande destaque no cenário nacional. Além disso, muitas composições de Sorocaba bombaram na voz de outros artistas como é o caso de Meteoro, canção cedida pelo músico à Luan Santana, que explodiu com o single que marcou uma geração. Diversas músicas da própria dupla também são composições do marido da influenciadora Biah Rodrigues, como Paga Pau, Bala de Prata, A Casa Caiu e Tô Passando Mal.

Fonte: Mariana Valbão - Especial para Uai

Outras Notícias